Correio Angolense rememora triunfo histórico do basquetebol em Webinar

291

Como é seu costume, o Correio Angolense assinala mais uma data importante da história desporto nacional. Desta vez, não apenas com uma matéria evocativa a propósito, mas também com um Webinar em que brilharão várias “estrelas”, entre as quais um convidado especial que atende pelo nome de Anicet-Richard Lavrodrama, uma das principais referências do basquetebol continental…

O Correio Angolense organiza domingo próximo, 13, um Webinar para assinalar os 40 anos da conquista do primeiro título continental do desporto nacional, algo que aconteceu em 1980, na Cidadela Desportiva, em Luanda. O evento será moderado pelo nosso editor Silva Candembo, coadjuvado pelo comentarista Ngouabi Salvador, responsável máximo da Escola Formiguinhas do Cazenga, um projecto exemplar de formação no basquetebol, que visa igualmente a inclusão social.

A conversa, que vai relembrar detalhes do inédito sucesso, terá dois convidados especiais. Um é o ex-atleta Anicet-Richard Lavodrama, da RCA, que disputou a renhida final com Angola. O outro é o radialista Ladislau Silva, que relatou os cinco minutos de prolongamento no qual a turma anfitriã arrebatou de forma mais ou menos inesperada a vitória final.

Para este “jogo” estão obviamente “convocados” alguns dos craques dessa epopeia, assim como o técnico principal da equipa, Mário Palma. Outros protagonistas da inédita gesta que adentrarão a “quadra” são designadamente Armando João “Lapa”, José Carlos Guimarães, Rui Aguinaldo “Buda”, Nelson Ferreira “Nocas” e Artur Barros “Miro”. Estes foram os mais utilizado pelo selecionador nacional neste que foi a 3.ª edição do Campeonato Africano de Juniores.

Baptizado como “A Mãe de Todas as Vitórias do Basquetebol Angolano”, a conferência está agendada para o período entre as 10h00 e as 12h00 de Angola do dia em que se celebram exactos 40 anos sobre o imperecível título. Marcado para a plataforma Zoom, o evento poderá ser acompanhado pelos internautas nas redes sociais do Correio Angolense, designadamente no Facebook e no Istagram, assim como em algumas contas particulares a serem divulgadas no decurso da semana.Após a conversa, o Correio Angolense publicará uma matéria evocativa sobre aquela que foi a primeira grande conquista do desporto nacional, no primeiro dia em que o país não dormiu depois da independência celebrada em 11 de Novembro de 1975.