Isabel dos Santos sofre novo revês

262

A filha do antigo Presidente da República está obrigada a indemnizar a Sonangol em quase 450 milhões de dólares

Um tribunal de Paris rejeitou um pedido de anulação de uma sentença que obrigava Isabel dos Santos a pagar uma indemnização à PT Ventures,  accionista da UNITEL.

 A decisão decorre de um litígio entre acionistas da UNTEL, no qual a PT Ventures e outros accionistas exigiam à Isabel dos Santos o pagamento de 339 milhões e 400 mil dólares.

Num julgamento em primeira instância, concluído em Fevereiro de 2019, Isabel dos Santos tinha sido condenada a ressarcir os outros accionistas .

Inconformada, ela recorreu da sentença, não tendo, porém, conseguido melhor resultado. O resultado do recurso interposto por Isabel dos Santos põe fim a este contencioso.

Num comunicado enviado às redacções, a Sonangol, agora detentora da PT Ventures, cita um acórdão de um tribunal de apelação de Paris que obriga a filha do ex-presidente a pagar àquela companhia  339 milhões e 400 mil dólares. 

Referindo-se à mesma decisão,a revista francesa Jeune Afrique fala em 600 milhões de dólares. Este é o segundo revés judicial que Isabel dos Santos sofre no espaço de um mês e meio.

 A 8 de Dezembro, o Tribunal Supremo das Ilhas Maurícias retirou-lhe o controlo da Vidatel, a qual detém 25 por cento da UNITEL. O tribunal nomeou “co-administradores” judiciais a quem confiou o controlo de todas contas bancárias da Vidatel.

“Os “co-administradores” judiciais devem tomar todas as medidas que considerem necessárias ou desejáveis, incluindo, nomeadamente, medidas para proteger os Activos Relevantes, sendo que desta decisão a Vidatel deixa de estar sob controlo de Isabel dos Santos e, consequentemente, os 25%  das acções da UNITEL detidos por aquela empresa, Vidatel, deixam igualmente de estar sob controlo de Isabel dos Santos” dizia o comunicado.