Israel Campos na “elite” de MR de Sousa

3307

Israel Campos é um dos dois únicos angolanos no “Futuro Já Começou”, um grupo de reflexão criado pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, para ouvir e encaminhar  os principais anseios dos jovens lusos.

Luso-angolana, a jovem Filipa Bossuet é a “meia-irmã” de Israel Campos 

São preferencialmente convidados para integrar o “Futuro Já Começou”, jovens portugueses e de outras nacionalidades que se destacam nas respectivas áreas, sejam elas profissionais, estudantis ou cívicas.

Os eleitos pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa têm percursos diversos e cobrem áreas como as artes e cultura, ciências naturais,  empreendedorismo, ambiente,  ciências sociais, desporto e inclusão.

Aos 22 anos de idade, o angolano Israel Campos é licenciado em Jornalismo pela City University of London . Actualmente, é mestrando em Comunicação Estratégica e Liderança pela Universidade Católica Portuguesa.

Em Fevereiro deste ano, Israel Campos lançou, em Lisboa, a sua primeira obra literária –  E o Céu Mudou de Cor – editado pela Kacimbo Editora.

Israel Campos iniciou-se nas lides jornalísticas aos 12 anos, pela “mão” da Rádio Luanda, a sucursal luandense da Rádio Nacional de Angola. Em 2021, abandonou  a emissora pública após haver sido afastado dos seus microfones por ter lido uma crónica do professor primário e activista social Mwene Vunongue.

Israel Campos é, actualmente, jornalista freelancer para o serviço em português da Voz da América e da BBC. Foi nessa qualidade que cobriu as últimas eleições gerais realizadas em Angola.

Na foto, Israel Campos é o negro que está na primeira fila do primeiro encontro do grupo de reflexão “Futuro Já Começou”. Filipa Boussuet está na última fila da “foto de família”.