O Tribunal  Europeu dos Direitos Humanos condenou esta semana o Estado turco a indemnizar 427 juízes, presos na sequência de uma dita tentativa de derrube do Governo, que teria ocorrido em 2016.

Para reparar os atropelos praticados pelo Governo, o Estado turco desembolsará mais de 2 milhões de dólares.

O “correctivo” aos pretensos golpistas estendeu-se a milhares de cidadãos turcos, entre eles militares de alta patente, jornalistas, activitas políticos e outros. 

O Governo turco adiou as eleições que estavam previstas para aquele ano.

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, é mundialmente conhecido pela sua total intolerância para com os opositores políticos. 

Esteve recentemente em Luanda, retribuindo a visita que o Presidente João Lourenço fez à Turquia em Julho.