No próximo dia 16, exactos 2.296 delegados participarão do 20º congresso do Partido Comunista Chinês (PCC).

Com 91.914.000 membros, o PCC é a maior organização partidária à escala do planeta.

Na sua última reunião, realizada em Novembro de 2021, o Comité Central do Partido Comunista Chinês contava com pouco mais de 205 membros efectivos e 171 suplentes. 

Na sexta-feira, 7 de Outubro, o Novo Jornal noticiou que mais de 2 mil delegados tomariam parte da assembleia que ratificaria hoje, sábado, Manuel Homem no cargo de primeiro secretário provincial do MPLA de Luanda.

Os primeiros secretários provinciais do MPLA não passam pelo crivo dos delegados. São indicados pelo Bureau Politico do partido e aos delegados às assembleias compete, apenas, ratificar, com o braço no ar, a decisão da direcção.

Para a ratificação do seu primeiro secretário provincial de Luanda, o MPLA mobiliza tantos ou mais militantes do que o congresso do populoso Partido Comunista Chinês.

Com entre três a quatro milhões de militantes – a direcção do partido nunca disse ao certo quantos são – o MPLA tem um comité central de quase 700 membros efectivos.

O último congresso do MPLA, realizado em Dezembro passado, elevou para 693 o número de membros do Comité Central. 

Para o cumprimento de uma formalidade, o MPLA mobilizou uma quantidade de militantes idêntica a que participou do último congresso:2.965 delegados. 

É mesmo caso para dizer que no MPLA já poucos sabem o que é o bom senso.